8 Estratégias de Marketing essenciais para marcas veganas atraírem clientes

A indústria vegana floresceu nos últimos anos. Houve um enorme aumento no vegetarianismo em todo o mundo porque há cada vez mais pessoas que defendem dietas e o consumo de produtos livres de animais. Isso também aumentou as necessidades de marketing digital da indústria vegana, especialmente quando se trata de publicidade em mídia social.


O que antes era considerado raro, agora é tão popular que grandes redes de restaurantes, cafés e marcas de varejo como Mc'Donalds, Starbucks, Sadia, entre outras, criaram novos produtos para atender à demanda cada vez maior. Além disso, a tendência de compras conscientes hoje inspirou grandes marcas corporativas a seguir pelo mesmo caminho. As marcas mais populares, em geral, são aquelas que se comunicam genuinamente com seus clientes. E como a indústria vegana é tão dinâmica, torna-se ainda mais essencial formar uma relação duradoura com os consumidores.


Porque quando se trata de produtos e serviços veganos, as pessoas anseiam por experiência e confiança.

O que dizem os dados da Indústria Vegana?

De acordo com o MarketWatch, a indústria global do mercado de alimentos veganos se expandirá no futuro. Ele passará por uma mudança drástica de luxo, à medida que mais e mais pessoas continuarão a mudar para um estilo de vida vegano. O outro tipo de dado revela que os consumidores que não se reconhecem como vegetarianos ou veganos estão cada vez mais interessados ​​em alimentos à base de plantas.


Com a ajuda dos flexitarianos (pessoas que consomem opções veganas e não veganas), cresceu a procura por alimentos, roupas e até cosméticos sem matéria-prima de origem animal. De acordo com um estudo da Allied Market Research, o mercado vegano foi avaliado em USD$ 19,7 bilhões em 2020 e a expectativa é que cresça para mais de USD$ 36,3 bilhões até 2030.


A expectativa é que o mercado vegano cresça para mais de USD$ 36,3 bilhões até 2030.

Outros dados da Nielsen e do Healthy Food Institute afirmaram que a venda de alternativas à base de plantas para alimentos de origem animal aumentou 17% no ano passado, enquanto as vendas totais de alimentos aumentaram apenas 2%.



Estratégias de marketing essenciais que todo negócio vegano precisa


1. Conheça Seus Clientes


Seus clientes são a chave para o sucesso da sua marca vegana. Então, a primeira regra é entendê-los e suas necessidades.

Você deve saber que os jovens constituem a força motriz por trás do movimento vegano. Millennials e Geração Z são os clientes mais prováveis ​​de suas marcas. Mas isso não significa que pessoas de outras faixas etárias não estejam sistematicamente mudando para um estilo de vida mais orientado para o veganismo.

A idade é apenas um número, mas você precisa pesquisar qual grupo de pessoas está ativo em seu círculo vegano e criar estratégias de marketing de acordo.

Falando sobre produtos veganos, os clientes envolvidos aqui estão basicamente preocupados com seu bem-estar holístico, condicionamento físico e escolhas éticas. Portanto, antes de começar a comercializá-los, tente entender quem são e o que querem. Eles querem autocuidado por meio de sua marca vegana ou se concentram na perda de peso e na saúde ou acreditam no bem-estar animal e na sustentabilidade.

Também é útil saber quais canais são mais populares com seu público-alvo ao decidir onde e como posicionar seus anúncios. Os consumidores veganos são, de longe, o grupo-alvo mais comprometido, focado e acessível.


Os consumidores veganos são, de longe, o grupo-alvo mais comprometido, focado e acessível.

2. Invista em Branding


Ao começar trabalhar sua marca vegana, não se esqueça de adicionar o ingrediente principal a ela: o branding.


Construir uma marca vegana ou não, é mais do que apenas destacar os benefícios do produto que você oferece ou o logotipo engenhoso que você cria. Branding é desenvolver a aparência geral, estilo e identidade do seu negócio de cima para baixo. Ele ajuda a transmitir o propósito do seu negócio e conquistar a fidelidade do cliente. Contar histórias faz com que seus clientes se envolvam mais com sua marca. Começa com o logotipo e se estende ao site, à embalagem, ao uniforme que os funcionários usam, à maneira como você responde às postagens nas redes sociais, à maneira como o atendimento ao cliente funciona. Tudo isso são coisas que precisam ser contabilizadas.


Começa com o logotipo e se estende ao site, à embalagem, ao uniforme que os funcionários usam, à maneira como você responde às postagens nas redes sociais, à maneira como o atendimento ao cliente funciona.

Branding também é tudo o que gera essa cultura, esse seguimento, e fará com que os consumidores não apenas amem seu produto, mas também o procurem e peçam se não estiver em uma loja.

Construir uma marca permite que você seja imediatamente reconhecível e faz com que os clientes voltem sempre.



3. Siga as tendências


Os veganos não querem perder nenhuma tendência. Só o que eles querem pular são produtos de origem animal. Assim, sua marca vegana pode aproveitar para estar atualizada e dar aos seus clientes o que eles desejam.

A mídia social é um lugar onde as tendências estão mudando a cada minuto de cada dia. Como resultado, você precisa estar alinhado com essas tendências para divulgar sua marca vegana. Dê a essas tendências um toque vegano e você vai brilhar.


4. Chame a atenção para seus valores


Não tenha medo de mostrar os valores da sua marca vegana. Quanto mais você mostrar isso em sua publicidade digital, mais pessoas se conectarão com você. Você precisa comunicar claramente o que sua marca representa e o que seus clientes em potencial encontrarão quando escolherem sua marca.

Sem mencionar que, depois de ver seu anúncio, seu cliente deve sempre sentir que tudo o que você está dizendo é genuíno. Seu anúncio serve a mesma coisa que seus clientes experimentariam ao comprar seu produto. É um esforço para fazer uma promessa verdadeira aos seus potenciais compradores.



5. Crie um site eficiente


O primeiro passo absoluto para qualquer iniciativa de marketing digital é decidir qual ação você deseja que as pessoas realizem em seu site e otimizá-lo exatamente para essa conversão.


Se você estiver tentando obter mais leads, seu site terá uma aparência muito diferente se você estiver tentando vender seu produto online, por exemplo. De qualquer forma, certifique-se de ter uma isca digital de qualidade lida para coletar e-mails para sua lista de discussão logo de cara. Não adianta tentar obter tráfego para seu site por meio de publicidade paga ou SEO se ninguém que visita seu site se converte em um comprador ou, pelo menos, se inscreve em sua lista de e-mails para que você possa começar a alimentá-los para se tornar um. O SEO na página definitivamente deve ser levado em consideração ao criar o site.



6. Direcione tráfego para o seu site

Quando seu site estiver pronto, é necessário começar a direcionar tráfego para ele, e você poderá fazer isso de algumas maneiras. A maneira gratuita de fazer isso é postando organicamente nas mídias sociais. TikTok e Instagram Reels obtêm o melhor alcance orgânico no momento, então concentre seus esforços aqui. As páginas do Facebook, por outro lado, têm muito pouco alcance orgânico. Mas considere acelerar a aquisição de clientes através de uma estratégia robusta de aquisição de tráfego pago, executando campanhas de anúncios no Google e no Facebook. Se implementadas corretamente, essas estratégias devem obter um bom retorno sobre o investimento.



7. Adapte seus anúncios de acordo com seu público

Anúncios personalizados sempre ajudam você a atrair mais olhos do que você poderia ter conseguido de outra forma. Esses anúncios parecem relevantes para seus clientes e os ajudam a se conectar facilmente com você.

Eles não apenas ajudam as marcas a atingir um conjunto específico de públicos, mas também ajudam você a promover sua marca, descrevendo claramente as necessidades de seus clientes e mostrando que você se importa com eles.

Por exemplo, se você promover cosméticos veganos para alguém que não está interessado em maquiagem, sua marca de cosméticos não ganhará o tipo de engajamento que você deseja mesmo que essa pessoa seja vegana.



8. Invista em publicidade com Influenciadores Digitais


Muitos dos veganos socialmente ativos são influenciadores. Não estamos falando só de grandes celebridades, mas de Instagrammers e Youtubers com dezenas de milhares de seguidores ou mais. Eles são muito apaixonados por produtos veganos genuínos e os incentivam, muitas vezes, espontaneamente aos seus apoiadores. Algumas marcas costumam reutilizar o conteúdo gerado por influenciadores sobre seu produto e transformar isso em um anúncio digital. Isso geralmente aumenta a confiança do cliente em sua marca.

Você pode até pedir a um influenciador que dê ao seu produto uma avaliação honesta. Isso pode ser em qualquer meio, mas os mais comuns são blogs e vídeos do YouTube. E então você pode transformar isso em um anúncio de depoimento.

Outras formas de parceria com um influenciador envolvem a co-criação de conteúdo ou aquisição de mídia social.

Co-criação

É aqui que uma empresa e um influenciador se encontram para co-criar conteúdo. Pode ser algo de uma marca que entrevista ou apresenta o influenciador em um de seus comerciais.

Aquisição de Mídia Social

As aquisições de mídia social envolvem influenciadores por um período fixo assumindo a conta de mídia social de uma empresa. O influenciador pode produzir vídeos em nome da marca e atrair a imagem de mídia social da sua marca para seu público-alvo.



9. Organize eventos

Uma forma interessante de ser notado pelos clientes veganos é organizar eventos temáticos. Você resolveu lançar uma linha de produtos veganos? Então nada mais justo do que organizar um coquetel para anunciar esse lançamento e fechar suas primeiras vendas.

Além disso, você ainda pode buscar uma parceria com outras empresas preocupadas com o público vegano. Uma pequena feira com comidas e outros produtos que não possuem origem animal pode atrair um grande público interessado na causa vegana. Além das vendas que você pode fechar neste evento, essa também é uma oportunidade de conhecer melhor o público e iniciar bons relacionamentos com potenciais clientes.


O que você achou dessas estratégias para atrair clientes veganos? Se você busca maximizar os resultados peça uma proposta para a Amper.

60 visualizações0 comentário