top of page

As 10 principais tendências emergentes em Mídia Social e Marketing Digital para 2023

Atualizado: 15 de mar. de 2023

Nos últimos anos, a mídia social e o marketing digital se tornaram uma parte vital da estratégia de negócios de muitas empresas. Com o crescente uso de dispositivos móveis e a importância da privacidade dos dados, é crucial que os profissionais de marketing estejam cientes das tendências emergentes no mercado.

A We Are Social e a Hootsuite publicaram recentemente o já consagrado relatório intitulado "Visão geral global de 2023", que fornece insights sobre as tendências emergentes em mídia social e marketing digital. O relatório é uma fonte valiosa de informações para profissionais de marketing que buscam se manter atualizados com o mercado e desenvolver estratégias de marketing mais eficazes.

O relatório é bem estruturado, com várias seções que incluem análises regionais, estatísticas de mídia social, análises de mercado e insights sobre o comportamento do consumidor. As análises regionais fornecem uma visão detalhada das tendências em cada região do mundo, incluindo a penetração de internet, as taxas de uso de mídia social e o crescimento do comércio eletrônico.

As estatísticas de mídia social apresentadas no relatório destacam o crescimento contínuo das principais plataformas de mídia social, como o Facebook, Instagram, TikTok e LinkedIn. Além disso, o relatório apresenta insights sobre o comportamento do consumidor, incluindo o uso crescente de dispositivos móveis e a importância da privacidade dos dados.

O relatório também destaca as principais tendências emergentes em marketing digital, incluindo a importância do conteúdo em vídeo, a crescente popularidade dos chatbots e o aumento da publicidade em plataformas de comércio eletrônico.

Uma das principais vantagens deste relatório é o uso de gráficos e visualizações de dados para apresentar as informações de uma maneira clara e fácil de entender. Isso ajuda a destacar as principais tendências e a destacar as informações mais importantes para os profissionais de marketing. Com base nas tendências atuais e na evolução contínua da tecnologia, há várias tendências emergentes em mídia social e marketing digital que devem ganhar destaque em 2023.


A seguir, listei as 10 principais tendências que devem ser observadas:

1 - Influenciadores de nicho


Ao invés de buscar grandes influenciadores, marcas irão buscar micro-influenciadores de nicho, que possuem seguidores altamente engajados e são especializados em um determinado assunto. Nos últimos anos, a utilização de influenciadores digitais tornou-se uma estratégia comum no marketing digital. As marcas usam esses influenciadores para promover seus produtos ou serviços para seus seguidores, aproveitando a popularidade e credibilidade que esses influenciadores têm junto ao seu público. No entanto, uma nova tendência tem surgido no mercado: a utilização de micro-influenciadores de nicho.

Os micro-influenciadores de nicho são pessoas que têm um número menor de seguidores, geralmente entre 1.000 e 100.000, mas que são especializados em um assunto específico, como fitness, alimentação saudável, moda, beleza, tecnologia, entre outros. Eles possuem seguidores altamente engajados e fiéis, que estão interessados em um tópico em particular e procuram informações específicas e relevantes sobre ele.

As marcas estão cada vez mais reconhecendo o poder desses micro-influenciadores de nicho e como eles podem ser úteis em suas estratégias de marketing. Ao invés de investir grandes quantidades de dinheiro em grandes influenciadores com milhões de seguidores, as marcas estão optando por trabalhar com micro-influenciadores de nicho que têm seguidores altamente engajados e fiéis. Esses influenciadores são capazes de criar um impacto significativo em suas comunidades e oferecer uma abordagem mais autêntica e pessoal.

Os micro-influenciadores de nicho são frequentemente mais acessíveis e oferecem um relacionamento mais próximo com seus seguidores. Eles são capazes de responder a perguntas e fornecer informações mais detalhadas sobre o assunto de sua especialização. Eles também são capazes de oferecer uma voz autêntica e autêntica, que ressoa com seus seguidores de maneira muito mais profunda do que as grandes celebridades e influenciadores.

As marcas estão optando por trabalhar com micro-influenciadores de nicho, pois essa estratégia tem se mostrado mais eficiente em termos de custo-benefício. Eles oferecem um público altamente segmentado e engajado, além de serem mais acessíveis do que os influenciadores de maior renome. Além disso, esses influenciadores têm a capacidade de impactar e influenciar diretamente seus seguidores em uma escala menor, mas significativa.



2 - Aumento do uso de vídeos


A produção de vídeos continuará a ser uma tendência em ascensão. As plataformas de mídia social, como o TikTok e o Instagram Reels, continuarão a se popularizar, enquanto o YouTube continuará sendo um importante canal de vídeo.


Uma das principais razões para esse aumento do uso de vídeos é a mudança no comportamento do consumidor. Cada vez mais, as pessoas estão buscando conteúdo visual e interativo, em vez de apenas texto estático. Os vídeos oferecem uma experiência mais imersiva e atraente, que pode capturar a atenção do público e aumentar o envolvimento com a marca.


Além disso, as plataformas de mídia social estão priorizando o conteúdo em vídeo em suas plataformas, oferecendo recursos e ferramentas para a criação e compartilhamento de vídeos. O TikTok, por exemplo, é uma plataforma baseada inteiramente em vídeos curtos e atraentes, e o Instagram Reels foi criado como uma resposta direta ao sucesso do TikTok.


O YouTube, por sua vez, continua sendo a plataforma mais importante para o compartilhamento de vídeos através da criação de um canal, e as marcas estão usando cada vez mais a plataforma para criar conteúdo exclusivo e envolvente para seus públicos. O YouTube oferece uma oportunidade para as marcas se conectarem com seu público em um ambiente mais longo e personalizado.


As marcas estão usando vídeos de diversas maneiras, desde vídeos de tutoriais e demonstrações de produtos, até vídeos promocionais e comerciais. Os vídeos também são uma ótima maneira de humanizar a marca e criar uma conexão emocional com o público, apresentando a equipe da empresa e mostrando os bastidores da empresa.


O uso de vídeos também é uma forma eficaz de aumentar a visibilidade da marca e melhorar o SEO (Search Engine Optimization). Os vídeos são mais propensos a serem compartilhados e visualizados, o que pode aumentar o alcance da marca e gerar tráfego para o site.



3 - Marketing de conteúdo mais humanizado


Nos últimos anos, o marketing de conteúdo se tornou uma das principais estratégias de marketing digital para as empresas. No entanto, muitas marcas têm se concentrado em produzir conteúdo de alta qualidade, mas muitas vezes com uma abordagem muito comercial ou distante. A tendência para 2023 é que as marcas adotem uma abordagem mais humana e autêntica em sua estratégia de marketing de conteúdo, a fim de se conectar melhor com seus públicos.


As pessoas querem se conectar com as marcas em um nível emocional e pessoal, e o marketing de conteúdo humanizado oferece uma oportunidade para as marcas se envolverem com seus públicos em um nível mais profundo. Isso significa que as marcas devem abandonar a abordagem puramente comercial e abraçar um estilo mais autêntico e humano em seu conteúdo.


Para implementar essa abordagem, as marcas devem criar conteúdo que seja relevante e útil para seus públicos, em vez de simplesmente tentar vender seus produtos ou serviços. O conteúdo deve ser criado com a intenção de informar, inspirar e educar, e não apenas para promover a marca.


As marcas também devem mostrar sua personalidade e valores em seu conteúdo, para criar uma conexão emocional com seu público. Isso pode ser alcançado através do uso de histórias, experiências reais e depoimentos de clientes. As marcas também podem ser mais autênticas em seu conteúdo, abordando tópicos difíceis ou controversos que são relevantes para sua audiência.


Outra maneira de humanizar o marketing de conteúdo é incorporar mais mídia visual, como fotos e vídeos, para tornar o conteúdo mais atraente e envolvente. Além disso, as marcas devem ser mais ativas nas mídias sociais, respondendo a comentários e envolvendo-se com seu público de maneira autêntica e genuína.


Um dos benefícios do marketing de conteúdo humanizado é que ele pode ajudar as marcas a construir relacionamentos mais fortes e duradouros com seus públicos. Ao se conectar com os clientes em um nível mais pessoal e emocional, as marcas podem gerar confiança e fidelidade, o que pode resultar em um aumento nas vendas e na lealdade à marca.



4 - Experiências imersivas


As tecnologias de realidade aumentada (AR) e virtual (VR) têm crescido em popularidade nos últimos anos, e em 2023, elas serão utilizadas cada vez mais pelas empresas para oferecer experiências imersivas aos usuários. Essas experiências podem incluir testes virtuais de produtos, passeios virtuais, jogos imersivos, entre outras possibilidades.


As tecnologias de AR e VR permitem que os usuários experimentem produtos e serviços de maneira virtual, antes de decidir pela compra. Por exemplo, uma loja de móveis pode oferecer aos clientes a oportunidade de visualizar como um sofá ficaria em sua sala de estar, usando um aplicativo de AR. Da mesma forma, uma loja de roupas pode permitir que os clientes experimentem roupas virtualmente, usando um aplicativo de VR.


Além disso, as empresas podem criar experiências imersivas para promover sua marca e produtos. Por exemplo, uma empresa de viagens pode criar um passeio virtual por um destino turístico, dando aos usuários uma ideia do que eles podem esperar ao visitar o local. Essas experiências podem ajudar a aumentar a conscientização da marca e incentivar as pessoas a experimentar os produtos ou serviços.


As experiências imersivas também podem ser usadas para criar jogos e outras atividades divertidas para os usuários. Por exemplo, uma empresa de bebidas pode criar um jogo de realidade virtual onde os jogadores têm que procurar itens escondidos na loja, enquanto experimentam diferentes bebidas. Esses jogos podem ajudar a aumentar o engajamento dos usuários e tornar a experiência de compra mais divertida e agradável.


Uma das principais vantagens das experiências imersivas é que elas podem aumentar a interatividade e o envolvimento dos usuários, tornando a experiência de compra mais interessante e atraente. As tecnologias de AR e VR podem ajudar a criar uma experiência de compra mais personalizada e envolvente, que pode resultar em um aumento nas vendas e na fidelidade do cliente.


No entanto, a implementação de experiências imersivas requer um investimento significativo em tecnologia e desenvolvimento. As empresas precisam estar dispostas a investir em hardware e software para criar experiências imersivas de alta qualidade, além de ter uma equipe qualificada para criar e implementar essas experiências.



5 - Crescimento do comércio social


O comércio social é uma tendência emergente no mundo do marketing digital e das mídias sociais. Em 2023, as plataformas de mídia social irão se tornar cada vez mais integradas ao comércio eletrônico, permitindo que as marcas vendam diretamente aos consumidores sem que eles precisem sair das plataformas.


Isso significa que as plataformas de mídia social, como o Facebook, Instagram e Pinterest, irão se transformar em verdadeiras plataformas de comércio eletrônico, onde as marcas poderão vender seus produtos diretamente aos consumidores. Os usuários poderão navegar e comprar produtos sem sair da plataforma, o que tornará o processo de compra mais conveniente e simplificado.


Essa integração entre mídias sociais e comércio eletrônico já começou a acontecer, com plataformas como o Instagram e o Facebook oferecendo recursos de compras diretamente em suas plataformas. As empresas podem criar catálogos de produtos e marcar produtos em suas postagens, permitindo que os usuários comprem diretamente da postagem.


Além disso, as plataformas de mídia social também estão investindo em recursos de comércio eletrônico mais avançados. Por exemplo, o Instagram está testando o recurso de "loja no Instagram", que permite que as empresas criem suas próprias lojas virtuais na plataforma. Os usuários podem navegar pelos produtos e fazer compras diretamente na loja do Instagram, sem sair da plataforma.


O comércio social tem várias vantagens para as empresas. Em primeiro lugar, permite que elas alcancem uma audiência maior e mais diversificada, já que as plataformas de mídia social têm milhões de usuários em todo o mundo. Além disso, a integração do comércio eletrônico nas plataformas de mídia social torna o processo de compra mais fácil e conveniente para os usuários, o que pode aumentar as vendas e a fidelidade do cliente.


No entanto, a implementação bem-sucedida do comércio social requer uma estratégia de marketing e vendas bem planejada. As empresas precisam criar uma experiência de compra atraente e fácil de usar, além de promover seus produtos de maneira eficaz para atrair a atenção dos usuários.



6 - Uso de chatbots


O uso de chatbots é uma tendência emergente em 2023, e muitas marcas estão adotando essa tecnologia para melhorar a experiência do usuário e a eficiência do atendimento ao cliente. Os chatbots são programas de computador que utilizam inteligência artificial para interagir com os usuários de forma mais rápida e eficiente.


Com o aumento do número de usuários em plataformas de mídia social e a demanda por um atendimento mais rápido e eficiente, as marcas estão cada vez mais investindo em chatbots. Os chatbots podem ser programados para realizar diversas tarefas, como responder a perguntas frequentes, agendar consultas, fornecer informações sobre produtos e serviços, e até mesmo processar pagamentos.


Uma das principais vantagens dos chatbots é que eles estão disponíveis 24 horas por dia, 7 dias por semana, o que significa que os usuários podem obter assistência a qualquer hora do dia ou da noite. Isso também pode ajudar a reduzir o tempo de espera para o atendimento ao cliente, já que os chatbots podem lidar com várias solicitações ao mesmo tempo.


Além disso, os chatbots também são capazes de aprender e se adaptar com o tempo, o que significa que eles podem se tornar cada vez mais eficientes à medida que interagem com os usuários. Eles também podem ser personalizados para se adequar à marca e à identidade visual, tornando a experiência do usuário mais agradável e coerente.


Os chatbots também são uma opção mais econômica para as marcas, já que podem ajudar a reduzir o custo de pessoal e melhorar a eficiência no atendimento ao cliente. Eles podem fornecer dados valiosos sobre o comportamento dos usuários e as tendências de mercado, o que pode ajudar as empresas a melhorar seus produtos e serviços.


No entanto, é importante lembrar que os chatbots não substituem completamente a interação humana, e as marcas devem garantir que seus clientes ainda tenham a opção de interagir com um representante humano se preferirem. Além disso, os chatbots precisam ser projetados e programados com cuidado, para garantir que a interação com o usuário seja eficiente e satisfatória.



7 - Privacidade dos dados do usuário


A privacidade dos dados do usuário é uma das principais preocupações dos consumidores atualmente. Com o aumento do número de violações de dados e a crescente conscientização sobre os riscos à privacidade, as marcas serão cada vez mais cobradas por políticas claras de privacidade e proteção de dados do usuário em 2023.


As marcas que desejam conquistar a confiança dos consumidores precisam adotar medidas para proteger seus dados e garantir que suas informações pessoais sejam armazenadas com segurança. Isso inclui a implementação de políticas de privacidade claras e transparentes, que expliquem como as informações dos usuários são coletadas, armazenadas e usadas.


As marcas também devem tomar medidas para garantir que as informações dos usuários sejam armazenadas com segurança e protegidas contra acessos não autorizados. Isso pode incluir a implementação de sistemas de segurança robustos, como criptografia de dados e autenticação de usuários.


Outra medida importante que as marcas devem adotar é a coleta de dados apenas com o consentimento do usuário. As marcas devem solicitar o consentimento do usuário antes de coletar quaisquer informações pessoais e explicar claramente como essas informações serão usadas.


As marcas que adotam essas medidas podem ganhar a confiança dos consumidores e aumentar a lealdade do cliente. Os consumidores estão cada vez mais conscientes da importância da privacidade dos dados, e são mais propensos a confiar em marcas que levam essa questão a sério.


Além disso, as marcas também devem estar cientes das regulamentações de privacidade de dados em suas regiões e garantir que suas políticas estejam em conformidade com essas regulamentações. As penalidades por violações de privacidade de dados podem ser severas, incluindo multas pesadas e danos à reputação da marca.



8 - Marketing de voz


O marketing de voz é uma tendência emergente no marketing digital que está ganhando força à medida que mais consumidores adotam assistentes virtuais como a Alexa, Siri e Google Assistant em suas casas e carros. As marcas estão começando a reconhecer o poder do marketing de voz e estão começando a criar estratégias para atingir os usuários através dessas plataformas.


O marketing de voz oferece uma maneira única e envolvente de se conectar com os consumidores. Ao contrário do marketing tradicional, o marketing de voz permite que as marcas interajam com os consumidores em tempo real, usando uma voz humana para fornecer informações e responder a perguntas.


As marcas podem usar o marketing de voz para oferecer suporte ao cliente, fornecer informações sobre seus produtos ou serviços, criar experiências interativas para os usuários e muito mais. Por exemplo, uma marca de comida pode criar uma skill para a Alexa que ajuda os usuários a escolherem o jantar, enquanto uma marca de automóveis pode criar uma skill que permite que os usuários agendem uma revisão do carro.


No entanto, o marketing de voz apresenta desafios únicos que as marcas devem superar. Uma das principais questões é a falta de espaço visual para anúncios. As marcas precisam criar estratégias criativas para atingir os usuários através de mensagens de voz, como patrocinar respostas de assistentes virtuais para perguntas relacionadas à sua marca.


Outra questão é a necessidade de criar conteúdo personalizado para o marketing de voz. As marcas precisam garantir que suas mensagens sejam relevantes e úteis para os usuários, e que a linguagem usada seja adequada para a plataforma. Além disso, as marcas precisam considerar a privacidade do usuário e garantir que seus dados sejam protegidos enquanto interagem com a marca por meio de assistentes virtuais.



9 - Uso de Inteligência Artificial


A inteligência artificial (IA) está mudando a maneira como as empresas fazem negócios. À medida que as empresas enfrentam uma sobrecarga de dados, a IA pode ajudar a analisar e entender essas informações para melhorar a tomada de decisões e otimizar suas estratégias de marketing.


Uma das principais vantagens do uso de IA é a personalização. Com o uso da IA, as empresas podem coletar e analisar dados de seus clientes para criar experiências personalizadas para cada indivíduo. Isso pode levar a um maior engajamento e lealdade do cliente.


Além disso, a IA pode ser usada para automatizar tarefas de marketing repetitivas, como segmentação de público-alvo, criação de conteúdo e análise de dados. Isso permite que as equipes de marketing se concentrem em tarefas mais estratégicas e criativas, em vez de gastar tempo em tarefas rotineiras.


Outra maneira pela qual as empresas podem usar a IA é através de chatbots e assistentes virtuais. Os chatbots podem ser programados para responder a perguntas frequentes dos clientes, melhorar a eficiência do atendimento ao cliente e fornecer respostas instantâneas. Enquanto isso, os assistentes virtuais podem ser usados para melhorar a experiência do usuário em dispositivos móveis e ajudar os clientes a encontrar produtos e serviços específicos.


No entanto, é importante lembrar que o uso de IA também apresenta desafios em termos de privacidade e ética. As empresas devem ser transparentes sobre o uso da IA e garantir que estão seguindo todas as leis e regulamentações aplicáveis.



10 - Marketing de experiência


O marketing de experiência é uma abordagem estratégica que as marcas utilizam para oferecer aos seus clientes uma experiência única e memorável com a marca. O objetivo é criar uma conexão emocional com o cliente e aumentar o engajamento e fidelidade à marca. Essa tendência emergente de marketing é baseada na ideia de que as pessoas valorizam mais as experiências do que os produtos em si.


As marcas estão buscando maneiras de se diferenciar da concorrência e se destacar no mercado por meio de experiências personalizadas e interativas. As empresas estão criando eventos ao vivo, como festivais e shows, para conectar-se com o público e apresentar seus produtos de uma forma única e envolvente. Além disso, as marcas estão investindo em experiências digitais, como jogos interativos, aplicativos e realidade aumentada, para proporcionar uma experiência imersiva e personalizada ao usuário.


Um exemplo de marketing de experiência é a campanha da Amper para Havan Serviços, com o objetivo de lançar e promover o engajamento do público interno com a nova campanha de incentivo para as Vendas de Seguros Garantia Estendida das Lojas Havan que premiou os participantes com uma viagem ao Rio de Janeiro com tudo pago, além de ingressos para a área vip do Festival de Música Rock In Rio. Foram criados teasers e todo material de campanha on e off, além de filmes, brindes e prêmios inspirados no Rock in Rio como uma réplica da lendária guitarra Fender. O evento de lançamento da campanha contou ainda com sósias de artistas famosos, shows de Rock e uma performance memorável da banda cover oficial do Kiss no Brasil.


O marketing de experiência é uma forma eficaz de criar uma conexão emocional entre a marca e o cliente. Quando as pessoas têm uma experiência positiva com a marca, elas são mais propensas a compartilhar essa experiência com seus amigos e familiares, o que pode levar a um aumento no boca a boca e nas vendas.


As marcas que investem em marketing de experiência estão demonstrando um compromisso em atender às necessidades e expectativas do consumidor e, portanto, estão se tornando mais relevantes e significativas para o público. O marketing de experiência também pode ajudar a construir a lealdade do cliente, pois quando os clientes têm uma conexão emocional com uma marca, eles são mais propensos a continuar comprando produtos dessa marca.



Conclusão

Essas tendências refletem as mudanças contínuas na tecnologia e nas expectativas dos consumidores. As marcas precisam se adaptar a essas tendências para se manterem relevantes e se conectarem com seus públicos de maneira significativa. As empresas que adotarem essas tendências podem obter uma vantagem competitiva e criar experiências memoráveis para seus clientes. Por outro lado, aquelas que não se adaptarem podem perder clientes e se tornarem obsoletas.

1 Comment


Guest
Aug 28, 2023

Ricardo, amei a matéria, bem interessante!

Like
bottom of page