• Time de Conteúdo . Amper

Distanciamento deve permanecer como valor de consumo no pós-pandemia de covid-19 [Kantar Ibope]



O período de isolamento social no Brasil, já ultrapassou mais de 100 dias, e trouxe consigo as mudanças de rotina na vida das pessoas, com isso o distanciamento social deve pemanecer no hábito dos brasileiros como um valor.


Pelo menos é o que nos mostra a análise do relatório global Consumer Thermometer - Ed. 11, da Kantar Ibope. Segundo a pesquisa, 74% dos participantes brasileiros afirmam que continuarão seguindo recomendações de distanciamento e evitarão as aglomerações.


Além do impacto no modo como as pessoas circulam, o distanciamento social está estabelecido como um critério que determina a escolha por lojas e canais de consumo mesmo após a reabertura.

No levantamento, entre os aspectos mais relevantes na decisão de onde comprar, o dados mais importantes são:

  1. haver poucas pessoas no local (60,2%).

  2. ser perto de casa (59,6%)

  3. ter preços acessíveis (53,5%)

  4. cumprir medidas sanitárias (47,8%)

  5. ausência de filas (44,9%)


Ou seja, lojas e comércios com um menor fluxo de pessoas no ponto de venda se destaca como fator decisivo na compra no pós-pandemia, sinal para o qual marcas do varejo precisam estar atentas em suas ações. Com isso, espaços mais exclusivos, reservados e privativos tendem a se tornar mais desejados.


O pequeno varejo e o varejo tradicional ganham relevância no segmento de compras de abastecimento, em relação aos “atacarejos” e hipermercados. De acordo com o relatório, durante o isolamento, os pequenos varejistas ganharam um mercado consumidor de 2 milhões de novos lares. E o varejo tradicional ampliou seu alcance em 800 mil lares.


Entre os produtos mais relevantes no carrinho de compras, houve um crescimento nas categorias ligadas a ingredientes utilizados no preparo de refeições caseiras e consumo de bebidas, como:

  1. leite condensado (61%)

  2. creme de leite (45%)

  3. cerveja (42%)

  4. leite (39%)

  5. catchup e atomatados (37%)


Hábitos adquiridos se tornarão permanentes


Alguns dos hábitos adquiridos durante a quarentena tendem a permanecer. Mais da metade dos respondentes do país (61%) diz que vai manter a maioria dos novos hábitos que, durante o isolamento, se incorporaram ao dia a dia. Entre as mulheres, essa tendência é ainda maior: 66%, segundo a Kantar Ibope.


Alguns desses comportamentos estão diretamente ligados à necessidade de distanciamento social para evitar o contágio, como:

  1. compras online (46%)

  2. home office (38%)

  3. usar ferramentas de mídia online (28%)

Outros mostram o impacto do isolamento no autocuidado e na melhora da qualidade de vida:

  1. melhorar a higiene (63%)

  2. alimentação mais saudável (54%)

  3. desenvolvimento pessoal (50%)

  4. passar mais tempo com as pessoas que mora (47%)

  5. praticar leitura (38%).

Concluindo, a pandemia do novo coronavírus já se estabeleceu como um divisor de águas, ficando cada vez mais evidenciado que estamos diante de um mundo que se dividirá entre o pré e o pós covid-19, mudando rotinas, comportamentos e hábitos em todos os aspectos da vida humana, sendo que as empresas e marcas deverão estar atentos a essas mudanças na postura de consumo para aproveitar oportunidades e se reinventar diante de novos desafios.


Para ter acesso ao relatório completo, acesse este link: https://www2.kantar.com/l/208642/2020-06-26/22qwjg



43 visualizações

Contate-nos

gold-horizontal-white.png

Telefone

+55 11 3569 6680

e-Mail
hello@amper.ag

Fornecedores e Currículos

trampos@amper.ag

Endereço

Alameda Santos, 1909 • 2º andar • 01419-100 Cerqueira César • São Paulo • SP

  • YouTube
  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone LinkedIn
Logo_Amper.png