Por que Employer Branding é importante e 4 dicas de como fazer.

É vital que as marcas se diferenciem no espaço de consumo cada vez mais lotado de hoje, mas os mesmos princípios se aplicam ao relacionamento entre empregador e funcionário, onde a comunicação e o marketing da marca são igualmente importantes para reter e atrair talentos.


As razões para os profissionais de marketing avaliarem seu local de trabalho são variadas e nem sempre são o que você gostaria de ver. O projeto Employer Brands da Marketing Week pesquisou alguns dos principais empregadores do Reino Unido para profissionais de marketing, descobrindo, por exemplo, que mesmo nas empresas que pagam os salários mais altos, a renda é o aspecto de seu trabalho com o qual os funcionários estão menos satisfeitos.


Os profissionais de marketing pontuam seu salário em média de 3,4 em 5, a menor das 15 métricas sobre as quais são perguntadas em uma pesquisa com mais de 1.300 pessoas. Dificilmente qualquer empresa recebe uma pontuação média acima de 4, embora os salários que as empresas afirmam pagar em uma pesquisa separada com empregadores sejam muito diferentes. Isso sugere que aumentar os salários não seria uma solução rápida para tornar uma marca um empregadora mais atraente.


O aspecto sobre o qual os profissionais são mais positivos, é em relação aos seus colegas de trabalho, com pontuação média de 4,3. Marcas sem uma atmosfera colaborativa e de apoio provavelmente ficarão muito atrás da concorrência na batalha por talentos.



Porque ser uma marca empregadora é importante


Uma pesquisa da Totaljobs, que entrevistou 100 empregadores, descobriu que 91% dizem que a marca é importante para o processo de recrutamento. Os motivos para investir na marca do empregador variam, pois 39% dizem que o objetivo principal é melhorar a percepção externa da empresa, 25% visam atrair candidatos e 20% dizem que é melhorar a retenção de funcionários.


Embora essas razões possam ser consideradas universais, a natureza da força de trabalho hoje significa que atender às necessidades e objetivos de um conjunto diversificado de pessoas é um desafio.


A marca de consumo precisa trabalhar em harmonia com a marca empregadora. Na verdade, deve ser difícil distinguir a diferença entre os dois. Tom Pepper, LinkedIn

Cada vez mais, é preciso criar uma cultura em que a experiência pessoal é tão valorizada quanto a experiência profissional, e as ideias e o pensamento são reconhecidos e recompensados.


Essa abordagem humana para a marca do empregador é importante, de acordo com John Salt, diretor de vendas do grupo Totaljobs. Ele diz: “Grandes marcas empregadoras tendem a ter um toque humano no que fazem, comunicando a marca de maneira emocional e interativa, o que pode levar a uma lealdade significativa dos funcionários atuais, além de atrair novos funcionários”.


Ele acrescenta: “Os funcionários são seus maiores defensores, portanto, criar uma ótima marca empregadora também significa fazê-los se sentir valorizados".



As marcas do consumidor e do empregador se alinham

Tom Pepper, diretor do LinkedIn Marketing Solutions no Reino Unido, diz: “Uma marca de consumo precisa trabalhar em harmonia com uma marca de empregador. Na verdade, deve ser difícil distinguir a diferença entre os dois.”

O LinkedIn acredita que existe uma correlação direta entre a experiência das pessoas como candidato e como elas percebem uma empresa e seu produto.

Abaixo, seguem algumas dicas para ajudar no seu processo de construção de marca empregadora.


1. Crie uma proposta de valor exclusiva para sua empresa.

Para criar uma marca empregadora poderosa, é fundamental que você comece focando na declaração de missão, valores, visão e cultura da sua empresa. Pode ser útil identificar quais são as necessidades de sua empresa e, em seguida, trabalhar para trás para entender que tipo de talento você precisa adquirir para cumprir esses objetivos.


Por exemplo, considere a declaração de missão da Teach for America - "Um dia, todas as crianças desta nação terão a oportunidade de obter uma educação excelente".


Usando essa declaração como diretriz, a Teach for America pode então contar uma história convincente do empregador da marca em sua página de Valores. Entre outras coisas, eles prometem aos funcionários a chance de aprendizado contínuo, afirmando: "Operamos com curiosidade e adotamos novas ideias para inovar e melhorar constantemente. Assumimos riscos informados e aprendemos com os sucessos, contratempos e uns com os outros".

Dessa forma, eles alinharam seus valores e sua marca de empregador com seu objetivo de negócios.


2. Faça um diagnóstico da sua marca como empregadora.


Você pode não estar totalmente ciente da reputação que sua empresa tem entre os candidatos a emprego ou até mesmo entre seus próprios funcionários. Envie pesquisas internas, realize pesquisas em mídias sociais, confira sites como o Glassdoor e Indeed para ler avaliações ou contrate uma empresa que faz o monitoramento de reputação.


Em última análise, sua pesquisa deve descobrir os aspectos favoritos de seus funcionários da cultura da sua empresa que você pode se concentrar em destacar, bem como quaisquer áreas de melhoria para garantir uma marca empregadora forte.

3. Crie um forte processo de Onboarding.

A integração é a primeira experiência pela qual um novo contratado passa, e uma impressão negativa pode ter grandes consequências. Na verdade, as pessoas que têm uma experiência de integração negativa têm duas vezes mais chances de buscar uma oportunidade diferente.


Em última análise, incutir uma imagem positiva da marca da empresa começa com um bom processo de onboarding. É fundamental que os funcionários se envolvam e se empolguem com suas funções e suas equipes desde o início. Ao equipar seus novos funcionários com as instruções, ferramentas e cultura da empresa necessárias para se encaixarem em suas funções, você garante uma transição tranquila, turn over mais baixo e equipes mais produtivas.


4. Use vídeos, postagens de blog, fotos e apresentações de slides para contar a história da sua empresa.


Quando você está implementando uma estratégia para melhorar a percepção do mercado sobre seu produto ou serviço, você não comunica sua mensagem apenas por meio de um canal. Em vez disso, você fornece vídeos, fotos, apresentações de slides, blogs e outras formas de mensagens para garantir que você alcance o maior público em qualquer plataforma em que ele queira ser encontrado.


Da mesma forma, é fundamental que você use vídeos, fotos e textos de alta qualidade para contar a história da sua empresa. Você pode considerar colocar depoimentos dos seus funcionários em seus canais de comunicação ou uma apresentação de slides mostrando a cultura da empresa, criada pelo seu time na página "Quem Somos" do seu site.



Conclusão


Uma boa estratégia de marca empregadora pode ajudar sua empresa a atrair melhores talentos, reduzir os custos de contratação e reduzir a rotatividade de funcionários.


Você tem uma marca empregadora, quer tenha se esforçado ou não – então, por que não se esforçar para garantir que seja uma marca da qual você possa se orgulhar?

Quando uma organização decide estabelecer uma relação saudável com seus colaboradores, ela está melhorando sua imagem e facilitando a fidelização desse público com o negócio.




25 visualizações0 comentário