top of page

Arquétipos de Marca: Como aplicar para ajudar a posicionar a sua marca em mercados B2B. [EXEMPLOS]

Atualizado: 1 de fev. de 2023

Os arquétipos de marca são estereótipos psicológicos que ajudam a criar uma personalidade para a sua marca. Esses arquétipos são baseados em padrões universais de comportamento humano e podem ser aplicados para ajudar a posicionar a sua marca no mercado B2B.

Existem 12 arquétipos de marca diferentes, cada um com suas próprias características e personalidades distintas. Alguns exemplos incluem o Herói, que é corajoso e confiante, o Mago, que é sábio e misterioso, e o Criador, que é criativo e inovador.

Ao definir um arquétipo de marca para sua empresa, é importante levar em conta a sua personalidade e a forma como você deseja que a sua marca seja percebida pelo público. Uma marca pode ter vários arquétipos que a representem, mas eles precisam ser coerentes com as características da empresa e idealmente complementares. Por exemplo, se a sua empresa é líder em tecnologia e inovação, os arquétipos do criador e explorador, por exemplo, podem ser as escolhas perfeitas.


Uma marca pode ter vários arquétipos que a representem, mas eles precisam ser coerentes com as características da empresa e idealmente complementares.

Como definir um arquétipo de marca?


Definir o arquétipo da sua marca é um passo importante na construção do seu Branding, pois a partir deste ponto você pode começar a humanizá-la, e questionar se ela está trilhando o caminho certo com base na sua missão, visão e propósito. Existem algumas metodologias foram desenvolvidas para fazer parte dos processos de criação e podem ser usadas na produção de personagens, estruturação de narrativas, criação de personas ou também para usos mais pessoais como auto-avaliações ou a formulação de roteiros. Algumas dinâmicas e metodologias podem ajudar nesse processo:


  1. Análise de Personas: Criação de perfis fictícios de seus consumidores ideais, que ajudam a entender as necessidades, desejos e comportamentos dos clientes e características arquetípicas que mais convergem com esses perfis.

  2. Análise semântica: Utilizar ferramentas de análise semântica para identificar as palavras-chave e as associações com a marca.

  3. Estudo de Brand Archetypes: Estudar os arquétipos de marca existentes e como eles se relacionam com as características de marca.

  4. Entrevistas com clientes: Entrevistar clientes atuais e potenciais para obter uma compreensão mais profunda de como eles percebem e se relacionam com a marca.

  5. Análise da concorrência: Analisar as marcas concorrentes para entender as estratégias e posicionamentos deles, e como a sua marca pode se diferenciar através de características de personalidade.

Existem também alguns materiais desenvolvidos como cartões, livros e guias que ajudam na facilitação desse processo. Na Amper nós utilizamos uma Biblioteca Arquetípica chamada (B.AKKA) que é dividida em 60 Cards com o suporte de 1 Livro rico em informações.

Uma vez escolhido o arquétipo, é importante incorporá-lo em todas as suas estratégias de marketing e comunicação. Isso inclui a criação de conteúdo, a linguagem utilizada, as cores e os símbolos utilizados nas campanhas publicitárias e no site da empresa.

Além disso, é importante manter a consistência no posicionamento da marca ao longo do tempo. Isso significa seguir o arquétipo escolhido e não mudar de ideia constantemente, isso pode causar confusão e desconfiança com o público.


Quais são os 12 arquétipos principais de marca?


A seguir, apresento uma lista com 12 arquétipos de marca, junto com exemplos de empresas B2B e seus respectivos arquétipos, baseados nas principais características gerais de cada uma:

Créditos da Imagem: Reportei
Créditos da Imagem: Reportei

1 - Herói

Marcas que representam coragem, força e liderança. Exemplo: Salesforce


A Salesforce é conhecida por ser uma plataforma líder no setor de CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) e é amplamente considerada como uma das principais ferramentas para gerenciamento de vendas e relacionamento com clientes. A Salesforce é associada com a coragem, força e liderança, pois ajuda as empresas a superar desafios e alcançar seus objetivos de negócios. A marca se posiciona como uma solução para impulsionar o crescimento dos negócios e se destaca por sua capacidade de fornecer dados valiosos, automatizar processos e melhorar a eficiência.


2 - Mago


Marcas que representam sabedoria, inovação e mistério. Exemplo: Oracle

A Oracle é conhecida por sua capacidade de fornecer soluções avançadas de tecnologia de banco de dados e gerenciamento de informações para empresas em todo o mundo. A empresa se posiciona como uma espécie de "mago" da tecnologia, oferecendo soluções que ajudam as empresas a gerenciar e aproveitar seus dados de maneira eficiente e estratégica.


3 - Pessoa Comum


Marcas que se relacionam com o público de forma amigável e acessível. Exemplo: Dropbox


A Dropbox se posiciona como uma solução simples e fácil de usar para armazenamento e compartilhamento de arquivos, que pode ser utilizada por qualquer pessoa, independentemente de seu nível de habilidade técnica. A marca também se comunica de forma amigável e acessível, reforçando a imagem de alguém que é "como você e eu".



4 - Apaixonado


Marcas que representam paixão, dedicação e conexão. Exemplo: Adobe


A Adobe é conhecida por sua paixão pelo design e criatividade, e seus produtos são utilizados por designers, artistas e profissionais criativos em todo o mundo. A empresa se esforça para criar ferramentas e soluções que ajudem seus clientes a expressar sua criatividade e se conectar com sua paixão pelo design.



5 - Criador


Marcas que representam criar, produzir e imaginar. Exemplo: 3M

A 3M é conhecida por seus produtos de segurança e saúde, como equipamentos de proteção individual, equipamentos de limpeza e desinfecção, e suprimentos médicos. A empresa se posiciona como uma "cuidadora" da saúde e segurança de seus clientes, oferecendo produtos e soluções que ajudam a proteger e cuidar de seus funcionários e instalações.


6 - Inocente


Marcas que representam pureza, inocência e simplicidade. Exemplo: DHL


DHL é conhecida por seu compromisso com a responsabilidade social e meio ambiental, oferecendo soluções de logística e transporte que ajudam a reduzir as emissões de carbono e a promover práticas comerciais éticas. A empresa se posiciona como uma espécie de "inocente" no mundo dos negócios, buscando fazer a coisa certa e ajudar a construir um futuro mais sustentável.


7 - Rebelde / Fora da Lei


Marcas que representam liberdade, individualidade e desafio às regras. Exemplo: Tesla

A Tesla é conhecida por seus produtos inovadores e por seu compromisso com a sustentabilidade, e tem sido uma força disruptiva no mercado automotivo tradicional. A empresa tem um forte senso de propósito e é liderada por um CEO visionário, Elon Musk, que tem sido descrito como um "rebelde" dentro do setor.




8 - Sábio


Marcas que representam sabedoria, experiência e confiança. Exemplo: IBM

A IBM (International Business Machines) é conhecida por sua expertise em tecnologia e inovação, e tem uma reputação de ser uma empresa líder no setor de tecnologia de negócios. A marca é associada à sabedoria e experiência, com uma longa história de inovação e liderança no setor.


9 - Comediante


Marcas que representam diversão, bom humor e espontaneidade. Exemplo: Zendesk


A Zendesk é conhecida por sua abordagem amigável e divertida para o atendimento ao cliente. A marca se posiciona como uma ferramenta fácil de usar e com uma interface intuitiva. A Zendesk também se destaca por seu suporte ao cliente acessível e divertido, e por seus recursos de personalização para adaptar as necessidades dos clientes. O arquétipo do Jester se encaixa na Zendesk por sua personalidade divertida e sua capacidade de tornar a experiência do cliente mais agradável e menos burocrática.


10 - Protetor


Marcas que representam cuidado, proteção e segurança. Exemplo: Symantec

A Symantec uma empresa de segurança cibernética que oferece soluções para proteger empresas contra ameaças cibernéticas. Eles se posicionam como um guardião confiável e experiente que ajuda as empresas a se protegerem contra ameaças cibernéticas e a manterem suas informações seguras.

11 - Explorador


Marcas que representam liberdade, experimentação e busca de conhecimento. Exemplo: GE (General Electric)

A GE é conhecida por sua busca constante por inovação e por seus esforços para explorar novos mercados e tecnologias. A empresa tem uma história de liderança na inovação, com muitos avanços significativos em campos como aviação, energia e medicina. A GE também tem um forte espírito de aventura, com um desejo de testar limites e experimentar novas idéias, o que se encaixa perfeitamente no arquétipo Explorador.


12 - Governante


Marcas que representam estabilidade, tradição e confiança. Exemplo: PwC (PricewaterhouseCoopers)

A PwC é uma empresa de serviços profissionais, especializada em auditoria, consultoria e serviços fiscais. Ela se posiciona como um provedor confiável e experiente de soluções de negócios e de serviços profissionais, oferecendo orientação e aconselhamento estratégico para ajudar as organizações a tomar decisões informadas e alcançar seus objetivos. Ela se posiciona como uma empresa que acompanha as tendências e inovações para oferecer soluções personalizadas e que ajuda os clientes a alcançar suas metas de negócios.


Cada arquétipo tem suas próprias características e personalidades distintas, e é importante escolher o arquétipo que melhor se encaixa com a personalidade e posicionamento da sua empresa, e incorporá-lo em todas as estratégias de marketing e comunicação. Isso ajudará a criar uma marca forte e memorável, e a se destacar em qualquer mercado, inclusive no B2B que, em geral, é mais conservador, mas anseia por abordagens cada vez mais criativas.

Branding ou Performance? Equilíbrio é o ideal.


Empresas B2B precisam equilibrar suas estratégias de marketing para garantir o sucesso a longo prazo. Embora campanhas de performance sejam importantes para atingir metas imediatas, como aumentar as vendas ou gerar leads qualificados, o investimento em branding também é crucial para construir uma imagem forte e positiva da marca. Investir em branding ajuda a aumentar a conversão porque cria uma imagem única e distinta para a empresa, aumentando a confiança e a lealdade dos clientes. Quando as pessoas reconhecem e confiam na marca, elas estão mais dispostas a comprar seus produtos ou serviços. Além disso, o branding também pode ajudar a diferenciar a empresa de seus concorrentes, tornando-a mais atraente para potenciais clientes.


Quando as pessoas reconhecem e confiam na marca, elas estão mais dispostas a comprar seus produtos ou serviços.


Importância do investimento em branding para aumentar a conversão:

1. Identidade distinta e confiável da empresa:

  • Criação de uma identidade única e distinta

  • Aumento da confiança e lealdade dos clientes

  • Diferenciação da empresa dos concorrentes

2. Influência na percepção dos clientes:

  • Qualidade e relevância dos produtos ou serviços oferecidos

  • Marcas vistas como confiáveis e de qualidade são mais consideradas na hora da compra

3. Construção de relacionamentos duradouros:

  • Pessoas se sentem conectadas a uma marca

  • Disponibilidade para fazer negócios no futuro

  • Recomendação da marca a outras pessoas

  • Aumento da visibilidade da empresa e atração de mais clientes potenciais

O branding é essencial para criar uma identidade única e distinta para a empresa. Ele ajuda a estabelecer a presença da empresa no mercado e a construir relacionamentos duradouros com clientes e parceiros. Além disso, o branding pode ajudar a diferenciar a empresa de seus concorrentes e aumentar a fidelidade dos clientes. Quando os clientes confiam na marca, eles estão mais propensos a fazer negócios com a empresa e a recomendá-la a outras pessoas.

Enquanto isso, campanhas de performance são mais direcionadas a objetivos específicos, como aumentar as vendas ou gerar leads. Elas são importantes para garantir que a empresa atinja suas metas imediatas, mas não oferecem os mesmos benefícios a longo prazo que o branding. Campanhas de performance podem ser uma abordagem mais curta para alcançar resultados imediatos, enquanto o branding é uma abordagem a longo prazo, mas que ajuda a construir sua reputação e pode ser o fiel da balança na tomada de decisão dos clientes.

Em resumo, ambas as estratégias de marketing são importantes para o sucesso da empresa B2B. Enquanto campanhas de performance são importantes para atingir metas imediatas, o investimento em branding é crucial para construir uma imagem forte e positiva da marca e estabelecer relacionamentos duradouros com os clientes. Portanto, é importante que as empresas B2B equilibrem suas estratégias de marketing para garantir o sucesso a longo prazo.




Comments


bottom of page