As 6 melhores Estratégias de Marketing Digital para a indústria de alimentos

As pessoas adoram comida. Eles têm um apego emocional a certos alimentos e também às marcas que os fabricam. A indústria alimentícia não se limita mais ao compartilhamento de posts com receitas.


Quando se trata de comida, as pessoas não lêem. Elas assistem a vídeos. Quando querem cozinhar qualquer coisa, assistem a vídeos de como fazer isso sozinhas.

Você pode entender isso com a quantidade de canais do YouTube dedicados a isso e o número de visualizações que eles obtêm. As pessoas tiram fotos de sua comida antes de saborear a refeição em restaurantes para publicá-la em seus perfis de mídia social.


Os restaurantes criam imagens visualmente impressionantes para atrair usuários enquanto eles pesquisam restaurantes online. Se você decidiu investir marketing digital para indústria alimentícia, neste post, você aprenderá quais tipos de marketing digital existem e quais oferecem o melhor retorno pelo seu investimento.

Quem usa o marketing digital na indústria alimentícia?

A indústria de bebidas e alimentos é uma das mais diversificadas quando se trata dos diferentes tipos de marcas e empresas que operam digitalmente de alguma forma.

Esta gama inclui desde as maiores marcas do mundo até cadeias de restaurantes de sucesso e lojas de fast food, até os distribuidores e produtores reais.

Não é surpreendente porque, estejam trabalhando em nível local ou nacional, estão prestando um serviço essencial.

Mas há muita atenção para os itens alimentares e, se você não estiver usando anúncios de mídia online aliados a uma estratégia always on para obter tráfego para sua empresa, rapidamente ficará para trás.

Por quê? Bem, mais de 57% dos consumidores atuais pedem seus alimentos através de um site ou aplicativo de delivery como iFood, Shopper, Rappi, entre outros, de acordo com o relatório Restaurant Technology. Você não pode se dar ao luxo de não fazer parte da conversa online.

Como o marketing digital afetou a indústria de alimentos e os negócios de alimentos

A digitalização do setor de alimentos e bebidas, como tantos outros, teve um efeito enorme.

Mais de 72% das pessoas pesquisam sobre comida por meio de um método digital

Não estamos nos referindo apenas ao fato de que as mídias sociais, o Instagram em particular, são invadidos por postagens e avaliações promocionais de alimentos e bebidas, mas, além disso, também existem todos os sites de avaliações, sites de reservas e serviços de entrega. Tudo foi afetado.

Como resultado dessa mudança, há uma forma de marketing que é mais importante para qualquer negócio e é o marketing digital. Marcas de alimentos e bebidas precisam de uma boa estratégia de marketing digital.

Se você é uma marca de alimentos ou tem um negócio no setor de alimentos e bebidas e deseja capitalizar o marketing digital, pode se sentir um pouco como um peixe fora d'água.

Não se preocupe, pois estamos aqui para ajudar. Neste post, vamos discutir o que algumas empresas e marcas fazem quando se trata de ter estratégias bem-sucedidas de marketing digital de alimentos, além de oferecer algumas dicas e sugestões de como você pode comercializar sua marca de alimentos.


Como se divulga uma marca de alimentos nos canais digitais?

Quando se trata de ter sucesso em uma indústria tão movimentada, você pode estar se perguntando como pode empurrar sua marca de alimentos à frente do resto e ter sucesso.

O que você precisa é de uma excelente estratégia de marketing digital. Se você é novo no setor em geral ou no marketing digital, pode se perguntar como comercializar uma marca de alimentos.

Você tem muitas opções, incluindo:

  • Anúncios em vídeo (comida é muito visual)

  • Redes sociais e influenciadores de mídia social

  • SEO (otimização para motores de busca)

  • Marketing de conteúdo

  • Boletins informativos por e-mail

  • Comunicados para a imprensa

  • Tudo isso ao mesmo tempo

Nesta próxima seção, veremos alguns dos itens acima com mais detalhes e forneceremos dicas que você precisa colocar em ação e as tendências que você precisa conhecer para ter sucesso no marketing digital de sua marca de alimentos.


Marketing de Conteúdo – Certifique-se de que seu conteúdo seja relevante e envolvente com vídeos e imagens

É mais provável que as pessoas assistam, leiam e aprendam sobre sua marca se você tornar o conteúdo relevante e envolvente.

Blogs de comida como uma forma de marketing de conteúdo é incrivelmente popular, então é muito fácil usar isso como uma plataforma para criar e publicar conteúdo regularmente.

Lembre-se de que comida é uma coisa visual e que uma parede de texto em uma página de blog não venderá um produto ou atrairá seu mercado-alvo tanto quanto algumas imagens de alta qualidade de seus produtos.

Você pode dar um passo adiante e fazer vídeos que geram ainda mais engajamento do que imagens e texto.

Embora afirmemos que é importante não escrever conteúdo apenas para segmentar palavras-chave específicas para atrair o Google (também conhecido como escrever para robôs!).

Escrever para humanos deve ser sua prioridade número um e vai engajar um número maior de visitantes ao seu site e mantê-los lá. Para aumentar as vendas e a confiança, você precisa fazer bom uso do conteúdo.


Um bom SEO é primordial

Não importa qual empresa você tem ou os produtos e serviços que está oferecendo, em qualquer campanha de marketing digital, a otimização de mecanismos de busca é primordial.

É de longe a maneira mais eficaz de expandir seus negócios de forma consistente e manter os resultados. SEO envolve estratégias de marketing que garantem que os mecanismos de pesquisa encontrem sua empresa e marca e melhorem suas classificações nos mecanismos de pesquisa.

Em muitos casos, se você não for facilmente encontrado no Google, seus clientes-alvo não saberão nada sobre você, portanto, o SEO deve sempre ser uma prioridade.


Mídias Sociais são obrigatórias

Quando se trata de conteúdo de mídia social, o alimento é rei. Muitos dados e pesquisas comprovam isso. Por exemplo, no Instagram, comida e bebida é o tópico mais popular.

Quando você considera que existem atualmente 4,62 bilhões de usuários com contas de mídias sociais, você pode ver porque sua marca deve estar ativa nas redes.

Por ativo, queremos dizer mais do que apenas ter uma conta com postagens semanais, você precisa interagir e se envolver com seu público-alvo e seguidores, publicando conteúdo que não seja apenas relevante, mas esteticamente agradável (especialmente quando se trata do Instagram).

Use o máximo de canais de mídia social que puder, incluindo Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn e TikTok.

O Instagram é considerado a plataforma mais popular, com um número cada vez maior de usuários, mas o Tik Tok é a rede que mais cresce no mundo todo.

O marketing de influenciadores é uma forma particularmente útil e eficaz de marketing de mídia social que muitas marcas de alimentos já usam.


Verifique se você está utilizando as palavras-chave e os interesses atuais que os clientes estão usando

Palavras-chave são importantes para qualquer campanha de marketing digital bem-sucedida, seja para SEO, hashtags em redes sociais ou publicidade.

Na indústria alimentícia, o que vimos, no entanto, é que as palavras-chave associadas a negócios e marcas mudam com as tendências dominantes.

No momento, os clientes estão interessados ​​em palavras-chave como saúde e sustentabilidade, além de outros termos relacionados.

Eles estão procurando ativamente por produtos ambientalmente sustentáveis.

Considerando que, no passado, essas palavras-chave eram bastante específicas, elas mudaram para o mainstream.

Ao comercializar seus produtos e marca, sempre que possível, enfatize os cortes de embalagens que você fez, se usar embalagens sem plástico e embalagens recicláveis.

Estes são os termos mais populares usados ​​pelos clientes. Como houve um aumento no foco em como a comida afeta nossa vida, saúde e condicionamento físico, quaisquer termos relacionados também são palavras-chave populares.

Se você tem produtos alimentícios que está promovendo com benefícios específicos para a saúde, destaque-os.

Quaisquer estudos de caso que você possa incluir ou citações de especialistas em seu site sobre um produto alimentício também ajudarão sua estratégia de marketing de alimentos.


Personalize o conteúdo para seus clientes e o público-alvo

Seja qual for a abordagem adotada, quaisquer plataformas de mídia social que você use e quaisquer outros métodos que você use para atingir seus clientes e público-alvo, a personalização é vital.

Quando você personaliza o conteúdo e sua correspondência com os clientes, isso mostra que você os entende.

Há muitas evidências para apoiar o fato de que, quando você está usando e-mail marketing, as pessoas são mais propensas a ler e reagir a e-mails, por exemplo, que são endereçados a elas especificamente. O mesmo acontece com os anúncios.

Isso mostra a eles que você é mais do que apenas uma entidade sem rosto e que você enfatiza com eles e está lá para ajudá-los.

Por isso é vital que você tenha uma estratégia de inbound marketing com réguas de comunicação bem definidas para cada etapa do seu funil de marketing e segmentada para os diferentes perfis de público que têm interesse na sua marca.

Releases para a imprensa

Os comunicados de imprensa ainda funcionam se você tiver os contatos certos ou se tiver um grande orçamento. A outra maneira de aparecer em uma publicação de alto tráfego é garantir que sua história seja tão interessante que não possa ser ignorada.

Muitas vezes, o que pensamos ser notícia e o que entra na caixa de entrada de um jornalista ocupado são duas coisas diferentes.

Torne as notícias o mais interessantes possível, talvez focando em uma tendência com algumas estatísticas interessantes.

Para finalizar, faça o trabalho dos jornalistas o mais fácil possível ao publicar sua história. Não espere que eles o persigam.

Fique longe de distribuidores de press releases baratos que tendem a enviar sua história para sites automatizados e de baixa qualidade apenas para fins de SEO. Boa comida ou custa caro ou exige esforço, conhecimento e especialização para ser bem feita.

E-mail Marketing

Embora isso tenha sido colocado no final da lista, certamente não é por falta de importância.

Se você tem um site ou aplicativo, capturar seus clientes fiéis ou potenciais clientes para sua própria lista de e-mail é como pó de ouro.

Agora você pode enviar ofertas especiais, informações interessantes, competições ou mercado para eles da maneira que ressoar com seu público.

As pessoas que estão na sua lista de e-mail marketing são muito mais propensas a comprar de você porque já tiveram que fazer um pequeno compromisso com você, abrindo mão do endereço de e-mail. Cabe a você nutrir esse relacionamento.

Você pode fazer isso usando um transmissor de e-mail ou resposta automática como o Hub Spot, RD Station ou MailChimp.

Para encerrar, uma ótima maneira de abordar sua nova aventura digital é escolher uma ou duas dessas estratégias (dependendo do seu orçamento) e, depois de dominá-las, expandir para uma nova estratégia.

Alguns podem funcionar melhor para o seu produto específico do que outros, portanto, não tenha medo de dobrar a estratégia mais eficaz para você. Por outro lado, continue nutrindo as outras estratégias também. O cenário digital muda tão rapidamente quanto o clima britânico e manter seus ovos em uma única cesta pode ser perigoso para seus negócios.


Como construir um plano de medição de sucesso para 2023


Os profissionais de marketing bem-sucedidos de amanhã adotarão uma base de medição bem-sucedida baseada em dados primários, sustentada por uma forte estratégia de marcação. Ao aproveitar os insights em canais online e offline, escolher as tecnologias de análise mais recentes e otimizar o valor de uma maneira segura para a privacidade, você pode preparar sua empresa com confiança para os desafios e oportunidades à frente.


Para permanecer resiliente em tempos de incerteza, os profissionais de marketing devem preservar, enriquecer e fortalecer sua estratégia de medição.


Continue aumentando seus dados próprios


As empresas que usam dados de terceiros em seu benefício obtêm resultados comerciais tangíveis. Você pode pensar que, depois de configurar sua estratégia de dados primários, pode deixá-la no piloto automático, mas esse não é o caso. O comportamento e as preferências do consumidor estão mudando constantemente, então você deve continuar avaliando sua estratégia de dados primários e se perguntar: “Minha configuração ainda é responsável por todos os pontos de contato ao longo da jornada do cliente?” Ter um aplicativo é um ponto de contato cada vez mais importante para as marcas. Os aplicativos permitem que os profissionais de marketing, especialmente as indústrias, construam relacionamentos significativos com os clientes que geram resultados. Oitenta e sete por cento das empresas concordam que seus usuários de aplicativos são mais leais e têm um valor de vida útil maior do que os não usuários, tornando importante ter os dados desse canal.

Se você precisar de ajuda com marketing e comunicação, ficaremos felizes em compartilhar nossa experiência. Contate-nos hoje mesmo para ver como podemos levar a sua marca para o próximo nível nos canais digitais.

29 visualizações0 comentário